Receita nova de uma nova granola, sem glúten, especialmente para o meu pai. Essa aqui não é só pra quem quer viver uma vida gluten-free, é também, e especialmente, pra quem não pode comer glúten, como meu pai, que há algum tempo descobriu sua intolerância ao glúten. Por isso, de vez em quando aproveito para fazer algumas receitas gluten-free pra ele, e é sempre uma experiência legal e desafiadora. Essa granola foi uma delas. Meu pai sempre comeu muito bem e sempre comeu granola, desde que me conheço por gente. Por isso quis fazer uma pra ele, já que a normal leva aveia, que tem glúten. Então aproveitei que ele ia vir visitar e fiz um pote dessa granola especialmente para ele.

Falo aqui de novo: se você nunca fez granola caseira, faça! É incrível, é mais gostosa, é mais saudável. Não é mais barata, mas vale cada centavo. A grande beleza de fazer granola em casa é a possibilidade de pode colocar apenas aquilo que você realmente gosta, e fazer a melhor granola para você. Faça uma bem chique de pecãs com cranberry, ou uma bem básica de castanhas com passas, faça o que quiser.

Eu já postei aqui antes minha receita básica de granola, que eu uso sempre, pra fazer pra consumo próprio ou pra vender para os amigos. Continuo amando ela, mas confesso que essa nova aqui é beeem boa também. Como ela não leva aveia, que é a base da granola comum, ela fica bem diferente, quase como um mix de nuts. Pode comer pura, pode comer com fruta e, como ela não é muito doce, pode comer na salada também. O resultado dela é, sinceramente, bem diferente de qualquer granola que você compra no supermercado. Além de muito boa, ela é menos doce, mais saborosa e bem menos seca, fica até meio grudada com o tempo, mas é só sacudir que ela solta.

Granola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glúten  Granola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glútenGranola sem glúten

Granola (sem glúten)
rende 800gr ou dois vidros grandes

Essa aqui abaixo é a receita básica, com as quantidades de todos os ingredientes, e a combinação fica a seu gosto. A que eu fiz nas fotos, por exemplo, foi assim: para as nozes 1 xíc. castanha do pará, ½ xíc. castanha de cajú e ½ xíc. amêndoas, para as sementes ½ xíc. de quinoa, ½ de gergelim, ½ de semente de girassol e ½ de semente de abóbora (essas duas descascadas) e para as frutas ½ xíc. de uvas passas pretas e ½ de brancas. Faça a sua com o que mais gosta.

Ingredientes – receita básica
2 xícaras (300gr) de nozes/castanhas variadas (noz, pecã, de cajú, do pará, amêndoa, avelã)
2 xícaras (300gr) de sementes variadas (gergelim, quinoa, de abóbora, de girassol, linhaça…)
¾ xícara (75gr) de coco seco fatiado ou ralado sem açúcar (opcional)
uma pitada de sal
uma col. de chá de canela em pó (opcional)
¼ xícara de azeite de oliva extra virgem
¼ xícara de mel
uma col. de chá de essência de baunilha (opcional)
1 xícara (200gr) de frutas secas (uva passa, damasco, cranberry…)

Aqueça o forno a 180ºC e separe assadeira grande.

Pique as nozes e castanhas em pedaços, com uma faca ou no processador de alimentos, dando algumas pulsadas só para quebrá-las um pouco.

Em uma tigel grande, misture as nozes/castanhas com as sementes e o coco. Adicione o sal e a canela e misture bem.

Adicione o azeite de oliva, o mel e a baunilha. Misture tudo com uma colher de pau até ficar bem misturado.

Espalhe na assadeira e leve ao forno por mais ou menos 45 minutos, até ela ficar bem dourada, com cuidado para não queimar. De 15 em 15 minutos abra o forno e mexa a granola com uma colher de pau.

Retire do forno e espere esfriar. Ela não vai estar crocante ainda, fique tranquilo, é assim mesmo. Mexa ela de vez em quando com uma colher para quebrá-la em pedaços. Assim que esfriar adicione as frutas secas. Misture bem e guarde em um pote bem fechado. Dura algumas boas semanas. Se ela ficar muito murcha depois de um tempo pode recuperá-la assando por alguns minutos no forno baixo.